O Retorno de Batman – A Gestão da Informação para evitar fugas pelas portarias de unidades prisionais

Da Política de Repressão à Redução de Danos: Questão das Drogas no Sistema Penal
6 de abril de 2018
A Retroalimentação da Violência no Rio de Janeiro, face ao Sistema Capitalista
6 de abril de 2018

Gestão da informação para evitar fugas - Monografia de Anderson Sanchez

 

A influência do Sistema Penitenciário no Sistema de Justiça Criminal e nos órgãos da Segurança Pública é uma constatação que demanda atenção. As falhas neste setor repercutem nas outras instituições e na própria sociedade.

A fuga de um presidiário, como o caso de Ricardo Teixeira Cruz, o Batman, pela portaria de uma unidade prisional de segurança máxima foi analisada nas causas e conseqüências para demonstrar a necessidade de aplicar ferramentas atuais de gestão em políticas públicas para o Sistema Penitenciário.

O objetivo claro é fugir de discussões superficiais como a principal causa para a fuga ser a corrupção e analisar como uma gestão deficitária em procedimentos e tecnologia pode facilitar esse tipo de evento e até permitir a própria corrupção.

A monografia busca apresentar uma reflexão acerca da importância da gestão da informação no setor de portaria, que deve ser especializado, por controlar a entrada e saída de pessoas em uma unidade prisional, especificamente nas classificadas como sendo de segurança máxima e evitar fugas sem violência.

SANCHEZ, Pereira Anderson. O Retorno de Batman – Gestão da informação para evitar fugas pelas portarias de unidades prisionais. Monografia para o MBA em Gestão de Organizações da Segurança Pública. Instituto Universitário de Pesquisas do Estado do Rio de Janeiro, 2010.

<a href=”http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/” rel=”license”><img style=”border-width: 0;” src=”https://i.creativecommons.org/l/by-nc-sa/4.0/88×31.png” alt=”Licença Creative Commons” /></a>
Este obra está licenciado com uma Licença <a href=”http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/” rel=”license”>Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional</a>.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *